Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

10 coisas que você precisa saber para evitar queimaduras solares nas crianças

Tags:,

image

Com o verão chegando, aumentam as preocupações com a exposição solar. Porém, esse cuidado deve existir ao longo do ano todo, já que no Brasil temos intensa exposição solar durante todos os meses.

A exposição solar é importante para a saúde. A vitamina D, essencial para o metabolismo do cálcio (envolvido nas funções de crescimento e formação de ossos e dentes, entre tantas outras), requer o contato com a luz solar para se tornar ativa.

filhinhos da mamãe

7 hábitos para fortalecer a saúde do seu filho

 

Você viu nosso post de imunidade que falamos sobre a importância da exposição ao Sol?

Mas por outro lado, o efeito da radiação solar vai se acumulando ao longo da vida, e podemos ver seus efeitos em curto prazo, com as queimaduras, e em longo prazo, com o envelhecimento precoce e o potencial surgimento do câncer.

 

O principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de pele é a radiação ultravioleta (UV), e a exposição precoce e intensa durante a infância.

Criança precisa se expor ao Sol, mas com cuidado. Por isso, fique atento para as 10 coisas que você precisa saber para evitar queimaduras solares nas crianças:

1. Antes dos 6 meses de idade, deve-se evitar exposição solar direta

Isso porque a pele do bebê é muito sensível. Deve-se usar bonés, roupas, guarda-sol ou sombrinha.

2.  Horário certo

Após os 6 meses e até o primeiro ano de vida, as exposições solares devem ser curtas e em horários apropriados (até as 10h e após as 16h), sempre aplicando o protetor solar especial para bebês.

3. Dos 6 meses aos 5 anos de idade, recomenda-se o uso de filtros solares infantis

São aqueles que contém menos substâncias químicas prejudiciais à pele da criança. Costumam ser mais espessos.

4. Fator de proteção solar alto

O protetor solar deve ter fator de proteção de raios UVB de no mínimo 30 e bloqueador dos raios UVA.

5. Protetores físicos

protecao-fisica-na-praia

Nas praias, clubes e piscinas, além do protetor solar, deve-se usar chapéus e blusas adequadas, óculos de sol, e deixar a criança na sombra o maior tempo possível, são os protetores físicos.

6. A aplicação do protetor deve ser cuidadosa

Deve ser feita pelo menos meia hora antes da exposição solar, e deve ser repetida no primeiro contato com o sol. E ainda deve ser reaplicado a cada 2 horas e caso a criança transpire ou entre na água.

7. Mesmo dentro da água ou sob o guarda-sol, tome cuidado

A água e a areia refletem os raios solares e podem contribuir para as queimaduras.

8. A quantidade de protetor aplicada deve ser suficiente

Para proteger uma criança deve-se usar uma quantidade que cubra a palma da mão do pequeno.  Esta quantidade bem espalhada protege todo o corpinho.

9. Não  esqueça de nenhum lugar

Aplique também nas orelhas, dorso dos pés, a região atrás dos joelhos e o rosto. Nos lábios deve-se aplicar o protetor labial.

10. Fique atento a medicamentos e sucos de frutas cítricas

Algumas substâncias, por exemplo um suco de laranja que caiu sobre a pele, podem causar reação quando em contato com o sol e queimar  ou manchar a pele.

 

Fonte:

http://www.sbcd.org.br/pagina/2616

http://www.conversandocomopediatra.com.br/

Luciana Novellino

Luciana Novellino

Médica, mãe de dois. Apaixonada pela família e buscando vivenciar a maternidade com alegria, mais leveza e menos cobrança.
Luciana Novellino

Últimos posts por Luciana Novellino (exibir todos)

4 respostas para “10 coisas que você precisa saber para evitar queimaduras solares nas crianças”

  1. THAYNARA disse:

    Ótimas dicas !!!! Devemos proteger nossos pequenos sempre !!!!

  2. Anny Viana disse:

    Adorei! Servirá muito futuramente pros meus pequenos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *