Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

5 Mudanças  no Calendário de Vacinação em 2016

Tags:

mudanças-no-calendário-do-SUS-612x250

As mudanças no calendário de vacinação do Ministério da Saúde de 2016 já foram anunciadas pela coordenação do Programa Nacional de Imunizações. Foram 5 alterações. Confira:

 

1- Hepatite B

A partir de 2016 a vacina contra Hepatite B estará disponível para TODA a população. Nossas crianças já são vacinadas, mas a maioria da nossa população não é. Estudos mostram que a probabilidade de transmissão do HIV, o vírus da AIDS é muito menor do que  do vírus da hepatite.  Estudos mostram que o vírus da hepatite B tem capacidade de causar infecção 57 vezes maior que o vírus HIV Ao contrário  HIV, o vírus da Hepatite B é muito resistente e pode sobreviver por semanas  em instrumentos (como alicates de manicure, por exemplo).  A Hepatite B é transmitida principalmente por via sexual e, além da lesão aguda do fígado, pode levar a insuficiência deste órgão e câncer. 

2- Vacina de Poliomielite

A terceira dose da vacina que atualmente é oral será injetável. O SUS vem fazendo o que a rede privada já fez: substituir a vacina contra paralisia infantil (poliomielite) do tipo oral (gotinhas) para o tipo injetável. Isso é importante porque a vacina injetável é considerada mais segura. A vacina oral é composta por vírus vivos enfraquecidos e a injetável por vírus mortos.

3- Vacina Pneumococica

A vacina agora pode ser dada até os 4 anos. Antes o reforço era feito aos 12 meses. Apesar de dever ser feito o reforço aos 12 meses, agora essa dose pode ser feita até os 4 anos.

4- Vacina Hepatite A

Só mudou a idade. Agora passou de 12 meses para 15 meses.

5- Vacina de HPV (Papiloma Virus Humano)

A vacina contra HPV proetege contra o vírus que está associado ao cancer de útero. Antes eram três doses, agora serão apenas 2. 
Referências:
 
http://www.cvpvacinas.com.br/pdf/nota_informativa_149.pdf
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/partes/manual_odonto1.pdf

Carla Torres

Médica (Universidade Federal Fluminense – 2004) e mãe. Atua nas duas funções em tempo quase integral e é apaixonada pelo que faz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *