Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

Carta de uma mãe para seus críticos

IMG_4901

Quantas vezes você já foi criticada? Por desconhecidos e até mesmo por pessoas próximas. Eu já fui muitas vezes. Diretas e indiretas, quantas já recebi… num momento decidi que essas pessoas não têm mais o direito de me julgar quando eu faço o meu melhor.  Para essas pessoas, escrevi essa carta.

 

Carta de uma mãe para seus críticos

Não pense que meus momentos de impaciência me definem como mãe. Vocês só vêem a menor parte da nossa vida em família, cuidado ao me julgar.

Quando meus filhos fazem malcriação, não significa que a culpa é minha. As crianças nos testam com frequência, e isso faz parte do seu amadurecimento.

Às vezes eu digo que estou no meu limite, e pareço infeliz. Mas não me julgue por isso. Ser mãe, especialmente de criança pequena é exaustivo, tente se colocar no meu lugar.

Não exija de mim a perfeição que você nunca teve. O tempo apaga as lembranças menos agradáveis, mas tenho certeza que você também falhou no passado.

Não me compare. Cada pessoa é única, e cada geração tem suas peculiaridades. Eu cresci vendo minha mãe sofrer pela dependência do meu pai, e fui criada para ser uma mulher independente e corajosa. É muito difícil lidar com a nova realidade de noites mal dormidas, papinha, fraldas, limitação da minha carreira, embora um filho seja a melhor coisa do mundo. Mais uma coisa: não é porque eu falo sobre a maternidade com sinceridade que eu ame menos ser mãe. Não me julgue. Tenha compaixão. Fale com delicadeza quando me fizer uma crítica. Você não imagina como uma crítica injusta pode dilacerar minha alma.

Luciana Novellino

Luciana Novellino

Médica, mãe de dois. Apaixonada pela família e buscando vivenciar a maternidade com alegria, mais leveza e menos cobrança.
Luciana Novellino

Últimos posts por Luciana Novellino (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *