Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

Carta para uma mãe de segunda viagem

Tags:, ,

Segundo filho

Há 1 ano e 10 meses me tornei mãe. Hoje, tenho também um bebê recém-nascido. E como é ter o segundo? É mais fácil, afinal, você é mãe de segunda viagem? Como se comporta o mais velho?

Bom… Ter o segundo filho é cuidar do seu bebê sem  neuras, amamentar mais facilmente, não se desesperar com as trocas infinitas de fraldas da madrugada porque sabe que essa fase vai passar. Ter um recém-nascido com o coração de mãe experiente é muito diferente. Olhamos para aquela pessoinha com mais paciência, compreensão.

Mas é também ter o coração dividido… Porque o mais velho fica ressentido de não ser mais o único. Faz manha, chora mais, não quer ir pra creche. E isso parte o coração… Frustrar seu filho dói. Mesmo que seja por um excelente motivo: dar a ele um amigo para a vida toda. Mas com isso surge um pequeno companheirinho: minha filha mais velha “ajuda” na amamentação, ensina o irmão a abrir a boca pra mamar, empresta sua naninha e oferece a ele seu sucrilhos.

O bônus desse momento é que, diferente do primeiro filho, dessa vez eu me perdoo por não ser perfeita.

Mas é exaustivo, não posso enganar ninguém. O bônus desse momento é que, diferente do primeiro filho, dessa vez eu me perdoo por não ser perfeita. Por
precisar de ajuda, por ter babá no final de semana, por não estar sempre
maravilhada com a maternidade por estar esgotada demais.

Sim, ao contrário do que dizem, ser mãe é muitas vezes dolorido, cansativo. Perder a sua autonomia, não conseguir fazer coisas básicas como tomar banho e comer é estressante. Dormir então, sabe-se lá quando… Hoje eu assumo todos os lados da maternidade. Ter o segundo filho é aceitarmos ser a mãe que podemos ser.

Segundo filho

Ter o segundo filho é aceitarmos ser a mãe que podemos ser.
Luciana Novellino

Luciana Novellino

Médica, mãe de dois. Apaixonada pela família e buscando vivenciar a maternidade com alegria, mais leveza e menos cobrança.
Luciana Novellino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *