Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

Como desenvolver resiliência

IMG_5304

O fator mais importante entre crianças que desenvolvem resiliência é ao menos um relacionamento estável e comprometido com um pai ou mãe, cuidador ou outro adulto. Esses relacionamentos fornecem o apoio e suporte que afastam a criança de alterações comportamentais. Eles também constroem capacidades fundamentais – como a habilidade de planejar, monitorar e controlar seu próprio comportamento – que permitem que a criança se adapte às adversidades e vença. Essa combinação de relacionamentos de apoio, construção de habilidades adaptativas e experiências positivas é a base da resiliência.

Crianças que se saem bem quando passam por um problema sério geralmente têm resistência biológica à adversidade e relacionamentos fortes com adultos importantes em sua família e comunidade.

É a interação entre biologia e ambiente que controem a habilidade de uma criança em suportar adversidade e superar ameaças ao seu desenvolvimento saudável.

Estudos identificaram que alguns fatores aumentam a chance das crianças superarem as adversidades. Indivíduos que demonstram resiliência em resposta a um tipo de adversidade não necessariamente o farão em resposta a outro. Mas a presença dos seguintes fatores pode otimizar sua resiliência:

-estímulo a outros relacionamentos de apoio de adultos

-estímulo à construção da autoestima e auto-controle

-oportunidades para fortalecer os recursos adaptativos e de auto-controle

-estímulo da fé, esperança e tradições culturais

 

 

Fonte: Center of the developing child. Harvard University.

 

Luciana Novellino

Luciana Novellino

Médica, mãe de dois. Apaixonada pela família e buscando vivenciar a maternidade com alegria, mais leveza e menos cobrança.
Luciana Novellino

Últimos posts por Luciana Novellino (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *