Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

Foz do Iguaçu – Relato de viagem com todas as dicas

Tags:, ,

helenaaZa 1564

baby

Faço questão de descrever detalhadamente os passeios que fazemos com nossa menininha para mostar que é possível viajar e se divertir acompanhado de um filhotinho. Se você gosta de viajar, não sentencie a presença de um bebê em sua vida como responsável por te tirar este prazer. Essa culpa seria um peso muito grande para eles;  não é justo. Dá um pouco mais de trabalho, exige mais preparo… mas é uma delícia curtir a vida ao lado desses bichinhos lindos.
5 motivos Por que viajo com meus filhos
  • Dia 1
Fomos pela TAM, partindo do Galeão. Um vôo bem tranquilo. Em duas horas estávamos lá.
Imagem 1323
No aeroporto – bebê feliz demais!

Nos esperando estava o transfer do hotel, por sinal muito bom. Bella Itália. Deixei um comentário no Trip Advisor .

Chegamos, dei uma papinha de potinho para a filhinha (não é o ideal, sempre que posso, evito alimentos industrializados ao máximo, mas procuro não ficar paranóica e ofereço quando necessário. aos 7 meses ela só almoçava e comia sobremesa. Ainda não tinha papinha salgada à noite, aí eu oferecia mais uma frutinha e no resto do tempo ela mamava no peito), troquei a fraldinha, acomodamos as coisas no quarto e fomos almoçar em um shopping ali perto. Lá dentro tem um mercado Mufato, onde compramos água mineral, suco orgânico para a pequena e alguns belisquetes para nós.
Na recepção do hotel tem uma agência de viagens (Loumar Turismo) que faz vários passeios. Nos falaram de um para o Paraguai à noite, para um shopping. Era 10 Reais/pessoa para ir e voltar. Descansamos um pouco no quarto e descemos para ir ao Paraguai. Fomos contra o fluxo, felizmente. A ponte da Amizade toda parada para o outro lado. Mas lá as coisas fecham cedo. Parece que esse era um dos únicos Shoppings abertos. Não gostamos. Poucas opções, tudo meio caro. Voltamos ao hotel, lanchamos no quarto mesmo.
  • Dia 2
Acordamos e tomamos um café da manhã  MARAVILHOSO. Melhor que de muito 5 estrelas. Demos frutinha para nossa fofinha (que ainda mamava muito no peito nessa época). Fomos ao Paraguai. Queria mesmo conhecer de dia. Fomos com a empresa de turismo (durante o dia o passeio era 40 Reais/pessoa). Levamos as coisas do bebê na mochila, ela no canguru e fomos nós. Se você acha a Uruguaiana no Centro do Rio ou a 25 de março de SP bagunçada, você não viu nada… seguranças nas lojas com espingardas. Tudo meio sujo, barulho, musica ruim… uma bagunça. Meu amor queria ver um treco para o Xbox dele e acabamos nos metendo numas ruas secundárias, ainda mais bagunçadas. Feio, muito feio. Mas compramos uma câmera com um preço bom (na Sony – tem ótimas lojas no meio da bagunça). Tem um shopping lindo, Monalisa, que poderia muito bem estar em Londres ou NY sem fazer feio. Mas os preços lá eram padrão do nosso Shopping Leblon. Acabamos comprando muito pouca coisa. Só algumas roupinhas na Chicco, uns shampoos e maquiagens (nesse shopping Monalisa). Em uma das ruas principais, enquanto aguardávamos para fechar o sinal, uma mulher tentou mexer na mochila (bem, só ia achar fraldas). Todo cuidado é pouco. Dica óbvia: evite comer por lá, água só com gás para ter certeza que é industrializada.
Voltamos e queríamos conhecer uma churrascaria. Fomos à Bufalo Branco. Boazinha, mas nada que se compare ao nosso Porcão (mas tenho que reconhecer, o preço era bem menos salgado também). Tentamos dar uma volta (taxi) pelo centro de Foz, mas não percebemos muito o que ver por lá… voltamos para o hotel para descansar.
  • Dia 3
Acordamos, tomamos  café da manhã  e fomos em direção ao Parque Nacional do Iguaçu, para conhecer as maravilhosas cataratas. Eu tinha comprado os ingressos antecipadamente pelo site do Itau, que dá 50% de desconto;  vi na previsão que este seria o dia mais ensolarado da nossa estadia. Tudo programado! E foi mesmo. Céu azul e solzão.
A agência de turismo levava e trazia cada hóspede por 45 Reais, mas nós resolvemos ir de ônibus. Tinha um ponto bem perto do hotel. Pegamos um que nos deixou no terminal, onde havia a conexão com um que ia para as Cataratas (total: 2,35 Reais/pessoa). Chegamos bem. Lá trocamos nosso voucher pelo ingresso e pegamos o ônibus. Fomos no andar superior sentindo o ventinho e cheirando aquele verde.
helenaaZa 1485
No ônibus no Parque do Iguaçu
O parque é mesmo muito lindo. Muito bem cuidado. Eu tinha pensado em tomarmos o café da manhã no famosíssimo Hotel das Cataratas (já que ficar hospedado lá está fora de nosso alcance, no momento – liguei e, se me lembro bem, o café da manhã era por volta dos 60 Reais/pessoa. Dizem que a vista é ótima), mas o café do nosso hotel era bom demais para pagarmos outro por fora…deixamos para uma próxima.
Como estava dizendo, tudo é bem limpo e conservado. A trilha para chegar às cataratas é tranquila. Bem sinalizada e fácil. Só é mesmo ruim para quem tem dificuldade de locomoção. Com nossa bebê no Ergobaby, o melhor canguru que já vi, fizemos a trilha rapidinho.
helenaaZa 1506
Trilha com papai, mamãe e nosso inseparável canguru.
DSC07091
Muitos quatis no Parque Nacional do Iguaçu
Eles adoram roubar os lanches dos turistas
Aí chegamos. Em um dia de sol lindo e tivemos arco-íris de brinde. Minha filhinha parecia tão impressionada quanto eu (papai já conhecia).
helenaaZa 1564
Cataratas – Maravilha mesmo…
Parada para mamadinha e logo ela estava lá, minha pequenininha maravilhada com as quedas das águas…(meu amor disse que quando ele foi estavam muito mais exuberantes, o pessoal disse que estava em um período de seca… eu já achei deslumbrante desse jeito). Ainda bem que conheci esse lugar. Realmente não poderia morrer sem ver esse espetáculo da natureza (consta no famoso livro “Mil lugares para conhecer antes de morrer” de Patricia Schultz – o Hotel das Cataratas também está na lista). Ficamos um bom tempo por lá.
Voltamos para o hotel de taxi (40 Reais), estava muito quente e eu não queria esperar o ônibus (que não tem ar condicionado – é busão mesmo). Almoçamos no restaurante do hotel, ficamos um pouco na piscina e fomos para o quarto. Vimos TV, dormi agarradinha com minha fofinha (toda feliz da vida – mimir na cama com o papai e a mamãe é exceção! Só durante as viagens…).
4
Feliz da vida! Oba!!Vou mimir com a mamãe e o papai!
Acordamos e eu queria conhecer um restaurante que fica relativamente perto do Hotel, o Vó Bertila . Comidinha tipo caseira muito gotosa. Um ambiente todo lindo, decorado como se fosse a casa da vovó. Minha linda ficou quietinha no carrinho (levamos o Maclaren).
7
Vou ficar quietinha p/ papai e mamãe comerem
helenaaZa 1606
Comidinha gostosa e bem servida por um preço justo – Vó Bertila
  • Dia 4
Fomos conhecer  a Usina de Itaipu. Também comprei o ingresso com desconto. Queria muito fazer o passeio que inclui a visita às dependências da usina, mas não pude. Esse passeio não pode ter menores de 14 anos. Fizemos o tour de vista panorâmica. Gostei bastante. É mesmo uma pérola da engenharia. Simplesmente gigantesca.
1
Usina de Itaipu
Fiquei muito satisfeita de saber que tudo lá é meio a meio. Metade dos empregados são brasileiros, metade são paraguaios; metade da energia é nossa, metade é deles, tem dois diretores – um brasileiro e outro paraguaio… sempre morri de vergonha da Guerra do Paraguai. O Brasil tem sua parcela de culpa no atraso daquele país. Me senti menos desconfortável ao saber que as coisas funcionam assim.
Nós fomos de taxi (40 Reais para ir e 40 para voltar – dá no mesmo que ir pela agência de viagem, 40 Reais/pessoa), fechamos com um taxista que nos levou e nos pegou depois da visita. Ele nos levou para conhecer a Mesquita muçulmana na volta para o hotel.
3
Mesquita Muçulmana
DSC00089
Nunca tínhamos entrado em uma antes. Fomos muito bem recebidos. Bonita de verdade. Me senti  bem lá. À noite fomos para a “noite italiana”, um jantar com música que o hotel que estávamos oferece. Muito bom. Adoramos a comida. Assim fechamos a viagem. No dia seguinte cedinho partimos de volta para nossa casinha. Voltamos tão bem quanto fomos. Foi uma viagem ótima. Minha fofinha se comportou muito bem!
Atualização – Não fizemos, mas vale a pena!
Uma amiga querida esteve em Foz com seus filhos (13 e 9 anos) logo depois de mim e deixou algumas dicas:
  • Visitar o lado argentino das Cataratas.
  •  Se você for com crianças grandes ou sem crianças vai gostar de um passeio de barco pelo Parque do Iguaçu.

DSC06673

 

DSC06692Parada para mergulho para quem faz o passeio aquático no Parque das Cataratas

  • Outro passeio aquático muito legal é na represa de Itaipu

DSC07183

 

DSC07256

Passeio de catamarã – Itaipu
  • Deixamos também de conhecer o Parque das Aves, minha menininha teria gostado. Parece bem legal mesmo.

DSC07147Parque das Aves

 

 

Carla Torres

Médica (Universidade Federal Fluminense – 2004) e mãe. Atua nas duas funções em tempo quase integral e é apaixonada pelo que faz.

22 respostas para “Foz do Iguaçu – Relato de viagem com todas as dicas”

  1. Carin disse:

    Luciana: Moro em Porto Alegre. Pretendo ir a Foz com um gurizinho de 5 meses que é GRANDE (tem tamanho de 11 meses e é bem pesadinho). Não entendi muito bem a questão do carrinho: é inviável usar carrinho no parque? E em outros passeios (tipo Itaipu e compras no Paraguai). Receio que andar o tempo todo com o canguru (o nosso é da Chicco e não acho tão prático assim) seja cansativo. Qual o horário menos movimentado para compras no Paraguai? Quanto dura a visita a Itaipu?

    • Carla Torres disse:

      Oi Carin, esse post é meu, mas como a Lu publicou acabou saindo no nome dela. Dá pra usar carrinho no parque sim. Só não dá para fazer a trilha e um pedaço ou outro tem que carregar o carrinho, mas nada difícil. Tranquilo mesmo. Itaipu não pode entrar com bebê para fazer a visita na área interna, só mesmo o passeio panorâmico. Dura por volta de uma hora, rapidinho. Paraguai é muito confuso. Tem que fugir da hora do rush para não pegar engarrafamento na ponte. Lá não sugiro que vá de carrinho não. Bebê e bolsas coladas no colo. Boa viagem para vocês. Abraços.

  2. Rebeca disse:

    Oiii Amei seu post. Parabéns muito objetivo!!! Estou querendo ir para Foz com meu filho de 6 meses e meu marido no feriado da consciencia negra. Esse transfer do hotel Bella Italia que vc fala é gratuito? Vi que nas cataratas vc usou o canguru e o carrinho vc usou em quais passeios?
    Obrigada,
    Rebeca

    • Carla Torres disse:

      Oi Rebeca, obrigada pela visita. O traslado era gratuito no Hotel. Não era um hotel luxuoso, mas gostei. Recentemente ficamos no Mabu (vc viu meu outro post de Foz?). Bem legal mesmo!
      Qd fomos com minha filha bebê, fizemos a trilha, por isso só levei o canguru. No outro post, fomos com ela aos 3 anos e o meu filho de 1 ano. Aí usei o carrinho nas cataratas. Fora isso, só usava o carrinho para passeios na cidade mesmo, nos restaurantes. Qd fomos para o Paraguai e para a Usina de Itaipu, tb levei só o canguru.

  3. Gabriela Pacheco disse:

    Olá, adorei as dicas!!! Como VC fez para dar banho? O hotel oferece banheira?

    • Carla Torres disse:

      Oi Gabriela, desculpe a demora. Sua pergunta ficou perdida na caixa de msg. Eu não me lembro de ter banheira lá não. Acho que não tinha. Eu sempre fui acostumada a dar banho neles no colo dentro do chuveiro mesmo. Desculpa não poder ajudar.

  4. […] Há 2 anos, quando minha filhinha mais velha tinha 7 meses, visitamos as Cataratas e fizemos uma pequena trilha, de pouco menos de 1,5 km, foi bem legal Veja o post aqui. […]

  5. […] seus 2 anos e 4 meses, nossa menininha já é uma mochileira veterana. Já passeou muito pelo Rio, Foz de Iguaçu, Amsterdam, Paris, Itália… mas agora temos um calouro no grupo. Pouco antes de completar 2 […]

  6. Luciana Novellino disse:

    Manu Meirelles7 de março de 2015 09:05
    Olá Carla, adorei seu blog! Esse post nos ajudou a decidir uma viagem de família com nosso bebê (estará com quase 7 meses também). Tenho uma dúvida, como vocês fizeram com o berço, levaram? O hotel tinha? Adaptaram alguma coisa? Obrigada!!

    • Luciana Novellino disse:

      Carla Torres9 de março de 2015 20:08
      Oi Manu. Obrigada. Nesse hotel não pedi berço pra ela, mas basta fazer o pedido que eles colocam no quarto.. Praticamente todo hotel oferece isso (a maioria sem custos, mas confirme antes) Eu não pedi pq ela se recusava a dormir em um berço que não fosse o dela. Sempre que viajávamos ela acabava dormindo na cama com a gente. Hoje acabamos de chegar de Foz. Ficamos hospedados no Mabu. Adorei. Vou fazer um post logo que der. Boa viagem pra vcs!

  7. Luciana Novellino disse:

    Anonimo21 de junho de 2014 12:12
    Bom dia! Adorei conhecer teu blog, lindas fotos! Gostaria de saber qual melhor mês para viajar com as crianças? bjos

    • Luciana Novellino disse:

      Carla Torres22 de junho de 2014 21:37
      Olá. Que bom que gostou.
      Acho que dentro do Brasil, exceto no sul no inverno, o clima geralmente é bom o ano todo. Não faz muita diferença. Como minhas crianças são pequenas e faltar aula não tem muito problema, costumo viajar fora do período das férias escolares. Assim os preços são melhores e os locais ficam menos cheios, tanto aqui no Brasil como no exterior.

  8. Luciana Novellino disse:

    Maria Fernanda Incote11 de abril de 2014 20:11
    Olá Carla! Estou me preparando para levar a minha filha para Paris, Bruxelas, e Amsterdã em agosto, quando ela terá 7 meses. Estou preocupada como farei em relação às papinhas (acho ruim dar só industrializadas por 20 dias!) e esterilização de mamadeira. Você tem alguma sugestão?

    • Luciana Novellino disse:

      Carla Torres12 de abril de 2014 00:13
      Oi Maria Fernanda. Obrigada pela visita. Também não ficaria confortável em oferecer papinha de pote por tanto tempo. Minha dica é que tente compensar oferecendo papinhas de frutas frescas (o que também não é tão fácil, mas maçã é bem comum), sucos orgânicos e que tente se hospedar em hotéis com mini-cozinha nos quartos para preparar vc mesma (na busca do booking.com tem essa opção na lateral direita do site). Em pousadas que tenham restaurantes, pode ser que vc consiga pedir para prepararem uma sopinha de batatas e cenoura para ela, mas vai mesmo ter que depender da boa vontade…quando fiz exatamente este roteiro (você viu o relato de viagem?), minha bebê ainda não comia, então foi fácil; quando voltamos ano passado ela já comia com a gente, o que também facilitou. As dicas que tenho para dar são as que estão no guia vou pra Europa com bebê, principalmente nos posts 10 e 4. Espero que consiga aproveitar alguma coisa. Abraços.

      • Luciana Novellino disse:

        Carla Torres12 de abril de 2014 22:20
        Esqueci de dizer: para esterilizar as mamadeiras, uso o Aquecedor de Mamadeira Portátil (marca Kind), que tem essa função também. Inclusive tem adaptador pra funcionamento no carro.

  9. Luciana Novellino disse:

    Mamae To Chique6 de abril de 2014 19:40
    Ola Carla…
    Estou indo a Foz do Iguaçu e estou levando comigo a minha princesinha Ana Clara de 10 meses. Gostei muito das suas dicas, mas queria saber se vc precisou levar identidade da sua filha para entrar no Paraguai ou se apenas a certidão de nascimento serve? Grande abraço. Elaine Cristina

    • Luciana Novellino disse:

      Carla Torres6 de abril de 2014 20:10
      Oi Elaine. Obrigada pela visita.
      Eu levei a identidade dela, mas não solicitaram em momento algum. Não sei te dizer se é mesmo essencial, desculpe. Boa viagem pra vcs!
      Obs: Não fui ao Parque das Aves, mas ouvi que é bem legal, sua Ana Clara deve gostar. Abraços.

  10. Luciana Novellino disse:

    Paula Tejano6 de abril de 2013 03:22
    Vergonha da guerra do Paraguai? Vc é parente do Solano Lopez? O responsável pelo “atraso” paraguaio é quem idealizou invadir o Brasil. Parabéns pelo Blog e pelas ótimas dicas em Foz de Iguaçu.

    Responder

    • Luciana Novellino disse:

      Carla Torres7 de abril de 2013 11:53
      Oi Paula.Obrigada pela visita. Sou brasileira e, apesar de tudo, amo meu país.Você está certíssima. Ele é o grande responsável, apesar de eu acreditar que raramente a razão é exclusividade de um dos lados. O fato é que a guerra foi um divisor de águas para aquele país e o nosso teve participação, independente de méritos. Essa só é a minha visão.

      Responder

  11. Luciana Novellino disse:

    Jeny26 de fevereiro de 2013 17:05
    Lindaaaa essa bebê… Estou esperando um anjinho também… ou anjinha… ainda não sei!!!
    Estou louca pra ver logo o rostinho dele…

    Que a sua vida seja muito iluminada e a sua bebê cheia de saúde!!

    • Luciana Novellino disse:

      Carla Torres26 de fevereiro de 2013 21:25
      Olá Jeny, obrigada.
      Parabéns! Ser mãe é mesmo uma dádiva. Muito boa sorte para vocês dois. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *