Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

H1N1 – Perguntas e Respostas

Tags:, ,

Muito tem se falado sobre o H1N1, mas você sabe como ocorre a transmissão? Vamos falar sobre isso e esclarecer algumas dúvidas.

O que é Influenza A/H1N1?

É uma doença transmitida por um vírus da mesma família que transmite a gripe. O vírus  influenza é frequentemente associado a maior número de internações e morte. O período de incubação dos vírus influenza varia entre 1 e 4 dias, quer dizer, a pessoa ainda não tem sintomas mas já pode contaminar outras. A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de 1 a 2 semanas. No entanto, nas crianças, gestantes, puérperas, idosos e pessoas com doenças crônicas, a infecção pelo vírus influenza pode levar às formas clinicamente graves como a pneumonia e sepse.

As manifestações clínicas da via respiratória muitas vezes são causadas por outros tipos de vírus como o rinovírus (resfriado comum) e o vírus sincicial respiratório. A circulação desses vírus também é frequente durante o período de circulação do vírus influenza e não são prevenidos pela vacina.

Como é transmitida a influenza A/H1N1?

É transmitida de pessoa para pessoa, especialmente através da tosse ou espirro. Além disso, as pessoas podem se infectar entrando em contato com objetos contaminados.

 

Quais são os sintomas da influenza A/H1N1?

São sintomas de gripe: febre alta e tosse, dor de cabeça, dor no corpo, garganta inflamada, cansaço, diarréia e vômitos.

 

 

O que eu devo fazer se suspeitar de infecção pelo H1N1?

Procure seu médico.

 

Existe tratamento?

Sim, existe, o Oseltamivir (Tamiflu). O Ministério da Saúde informou no dia 28/3/16 que há medicamento suficiente para tratamento no Brasil. Além disso, o paciente deve fazer repouso, se alimentar bem e beber líquidos.

 

Como posso prevenir essa doença?

Com medidas como:

Além disso, há a vacina contra o H1N1. Você tem dúvidas sobre outras vacinas, como a meningite B? Veja tudo aqui  

 

Quando começará a vacinação nos postos de saúde?

Do dia 30 de abril a  20 de maio ocorrerá a vacinação nos estados brasileiros. A campanha tem com objetivo reduzir as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus na população alvo da campanha, como gestantes, idosos e pessoas com comorbidades (doenças pulmonares e cardíacas), as quais têm mais risco de adoecer.

O Ministério da Saúde mudou o calendário de vacinação, tire suas duvidas aqui.

Qual a população alvo para a vacinação?
  1. Crianças de 6 meses a menores de 5 anos
  2. Gestantes:  em qualquer idade gestacional.
  3. Puérperas: no período até 45 dias após o parto. Para isso, deverão apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o part) durante o período de vacinação
  4. Trabalhador de saúde dos serviços públicos e privados
  5. Povos indígenas: toda população indígena, a partir de 6 meses de idade
  6. Indivíduos com 60 anos ou mais de idade
  7. Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
  8. População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional
  9. Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis

 

Como é o esquema vacinal?

Deve ser considerado o esquema de 2 doses para as crianças menores de 5 anos que serão vacinadas pela primeira vez ou desconhecem o estado vacinal. Deve-se agendar a segunda dose para 30 dias após a 1a dose. Todas as crianças que receberam 1 ou 2 doses da vacina da influenza anteriormente devem receber apenas 1 dose.

Dra luciana novellino pereira

Dra Luciana Novellino Pereira – Médica Otorrinolaringologista. Tel Consultorio: 21 2512-6870, 3369-8600

Fontes:

Site da Sociedade Brasileira de Infectologia

Site do Ministério da Saúde

Informe Técnico do Centro de Vigilância Epidemiológica de SP

Luciana Novellino
Últimos posts por Luciana Novellino (exibir todos)

5 respostas para “H1N1 – Perguntas e Respostas”

  1. Eliane alves disse:

    Mas ja vacinei ele e agora ta com febre to apavorada queria sabe por quanto tempo essa vacina tem reação

    • Carla Torres disse:

      Eliane, passa logo. Geralmente e 48h após a administração. Controle a temperatura corporal do bebê, dando banho levemente morno, só “quebrando”o frio e use o antitérmico que seu pediatra recomenda.

  2. Eliane alves disse:

    Meu filhor teve confusão p conta da garganta posso da a vacina a ele h1n1

Deixe uma resposta