Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

Ouro Preto (MG) – Maravilhosa!!

Tags:, , ,

Ouro-preto-filhinhos-da-mamãe-612x250

Ouro Preto – MG – Uma jóia brasileira. 
 
 

Continuando nossa viagem, partimos de Belo Horizonte pela manhã e antes do almoço chegamos a Ouro Preto. Fomos de carro. Foi tudo tranquilo. O caminho é bonito e a estrada não é das piores.

 

A estrada de BH para Ouro Preto tem alguns pedaços em pista dupla. 
O caminho é bonito.
Ficamos hospedados em um hotel lindo, gostamos muito: O Solar do Rosário. Um lugar super charmoso e confortável. Todos os detalhes te fazem entrar no clima da cidade.  Banheira estilo antiga, assim como todo o resto da decoração. Muito espaço no quarto e nas áreas externas. Bem legal mesmo!
Área externa do Hotel Solar do Rosário – Ouro Preto
Área externa do Hotel Solar do Rosário – Ouro Preto
Provou pela primeira vez amora.
 
A cidade me surpreendeu. Esperava que Ouro Preto fosse legal, mas realmente superou minhas expectativas. Ótimas opções de restaurantes, de cultura, serviços, compras. Pena termos ficado pouco tempo.
Apesar do perrengue de caminhar com dois pequenos na cidade que parece que só tem subida, conseguimos conhecer bastante coisa.
Lá é mesmo complicado para andar de carrinho de bebê. Além das ruas serem de paralelepípedo, as subidas detonam com a coluna até de pais marombados (o que infelizmente não é nosso caso). Levei o Bebê (quase 7 meses) no Ergo Baby, meu canguru amado, e nossa menininha (2 anos e 9 meses) ia andando e ganhava colo do papai quando cansava.
O Centro histórico é muito bonito. Cheio de movimento e animação. Tem um clima excelente de alto astral. O entardecer na Praça Tiradentes é mesmo especial. Gostamos bastante.
Fim de tarde especial
Uma pena que o fluxo de carro no centro histórico seja imenso! Tira muito do charme.Ali na Praça Tiradentes fica o Museu da Inconfidência, acabamos não conhecendo, a fila para entrar era bem grande. Outra coisa que não fizemos foi o Passeio de Maria-Fumaça para Mariana. Dizem que ir e voltar de trem acaba sendo entediante, demora uma média de 1h; e como ficamos pouco tempo na cidade, ficou para uma outra vez. Mas acho que minha menininha adoraria.Fomos ao Museu do Aleijadinho e nos impressionamos com as obras.Conhecemos a Feira do Largo de Coimbra (comprei um vaso maravilhoso de pedra sabão, só não comprei mais nada porque pesa muito! Mas tinham coisas lindas de verdade.)Fomos a Igreja da Nossa Senhora do Rosário, que ficava bem ao lado do nosso hotel. Bem bonita e diferente das demais. Embora os detalhes sejam mais grosseiros, foi a que eu mai gostei. Dizem que foi toda construída pelos escravos, para eles mesmos. A visita nesta é gratuita.
Igreja do Rosário.
Foi a minha preferida.
 

Conhecemos a Igreja São Francisco de Paula, bem imponente, mas maltratada.

Igreja São Francisco de Paula

Igreja Nossa Senhora do Pilar é bem bonita por fora e pura ostentação por dentro. Muito ouro! Bem impressionante. Mas não se pode fotografar o interior.

Igreja Nossa Senhora do Pilar
 Igreja Nossa Senhora do Pilar
Muito ouro!
 

Caminhamos pela trilha da Vale,  ali na Casa dos Contos, que  tem entrada gratuita. Fiquei muitíssimo impressionada com a senzala, lá tem uma exposição de artigos de torturas terríveis que eram aplicadas aos escravos. Saí de lá bem triste.

Trilha da Vale

Fomos a três restaurantes. Todos excelentes:

  • O Passo é um restaurante bem aconchegante, com uma comida excelente. Música ambiente e um visual lindo. A conta nem foi tão alta. Achei um excelente custo-benefício.

 

No Restaurante O Passo, comida e ambiente excelentes.

 

  • Bené da Flauta é bem amplo, claro, arejado. A comida é muito boa mesmo. Mas achei um pouco caro.

 

 

Bené da Flauta

Meus meninos apreciando a vista do Restaurante Bené da Flauta

 

  • Senhora do Rosário – Este é o restaurante do hotel que ficamos hospedados. Muito bom. Bem legal para um jantar romântico (no caso, não se aplicou muito). Serviço excelente. Pratos bem servidos.

 

Dividindo a sobremesa com minha filhinha. Restaurante Senhora do Rosário 

Ouro Preto – muita coisa para ver.
Ouro Preto
Teve gente que comeu tanto queijo quanto podia caber na barriguinha
 
Ouro Preto é mesmo uma jóia. Todos nós gostamos muito mesmo de ter conhecido. Adoraria voltar. Valeu muito a pena.  Não gostar de Ouro Preto e Inhotim é improvável.
Escrito por Carla Torres.

Carla Torres

Médica (Universidade Federal Fluminense – 2004) e mãe. Atua nas duas funções em tempo quase integral e é apaixonada pelo que faz.

2 respostas para “Ouro Preto (MG) – Maravilhosa!!”

  1. Harlei Cursino Vieira disse:

    Gostei da sua história em Ouro Preto-MG! Muito bom!!!

  2. […] que conheceríamos dois lugares que estavam em nossa lista de desejos há tempos: Inhotim e Ouro Preto. Mas BH por si só já foi uma agradável surpresa. Já no aeroporto – O primeiro de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *