Filhinhos da Mamãe

Guia Sobre Infância
MENU

Praia do Forte – Iberostar Bahia

Tags:, ,

preaia-do-forte-Filhinhos-da-mamãe-612x250

Sabe um lugar daqueles que deixa saudades e vontade de voltar? A Praia do Forte na Bahia

Fomos para a Bahia quando nosso filhinho mais novo estava com 3 meses e nossa menininha com 2 anos e 5 meses. Optamos por abrir mão de Salvador (meu marido ainda não conhecia). O bebê era muito pequeno e ir ao Pelourinho no calor ou ficar no trânsito de cidade grande não me pareceu tão atraente naquele momento. Por isso, gastamos nossos 7 dias no Iberostar Bahia, que fica na Praia do Forte. Fiquei feliz com a escolha.

A Praia do Forte é uma maravilha. O centrinho é demais. Lembra a Rua das Pedras de Búzios, só que ainda mais arrumadinho.

Alameda do Sol – Praia do Forte – Bahia
Passeio com um dos muitos novos amigos.

O Projeto Tamar é um orgulho.

Muito legal e vale mesmo a visita.
Entrada do Projeto Tamar – Praia do Forte
Projeto Tamar

Cada tartarugão gigante que nem dá para acreditar. Minha filhinha ficou doida!

 Projeto Tamar

A praia nesse trecho da vila é linda. Ótima para banho. À tarde se formam piscinas naturais que enchem os olhos.  Realmente é muito válido: a praia, a vila o Tamar. Tudo bem legal mesmo.

 Praia do Forte – por do Sol de encher os olhos.
Meus amores apreciando o mar em um banquinho no Projeto Tamar

Para quem gosta de agito, uma hospedagem em uma das pousadas no centro da vila é muito indicada. Mas naquele momento da minha vida eu só queria mordomia e um resort all inclusive era a escolha na medida.

Dúvidas que tive para escolher: Iberostar Bahia ou Iberostar Praia do Forte? Qual a diferença?

  • O Bahia é um pouco mais barato
  • O Praia do Forte disponibiliza vodka importada (mas só no bar do lobby)
  • A cozinha central é a mesma,  a comida é igual.
  • Quem se hospeda no Praia do Forte pode frequentar o Bahia, mas não o contrário.
  • O Praia do Forte é mais novo e com visual mais moderno. O Bahia é mais antigo com visual rústico-chic.
  • O Spa é o mesmo (aliás, muito muito bom!).
  • A localização não faz diferença na escolha. Ambos ficam em frente à praia, mas em um trecho em que o banho não é muito bom, tem correnteza, mas é bonito.
  • Não conheci a do Iberostar Praia do Forte, mas ouvi que a copa do bebê (que usei muito para fazer a inseparável vitamina de banana da minha filha) é melhor no Bahia.

Praia  do Forte  – trecho em frente ao Iberostar Bahia.

Castelinho de areia? Claro! Sempre!

A praia tem correnteza em alguns pontos, mas dá pra dar um “tibum”

Se tiver disposição para caminhar, vai chegar às piscinas naturais de
Papa Gente. Dizem que são espetaculares, mas pra nós não deu, desta vez.

A minha decisão foi fácil porque além do incentivo do Iberostar Bahia ser mais barato, não tinha vaga para o Iberostar Praia do Forte nas datas que eu queria. Mas acho que ambos são muito parecidos.

Bom, gostamos bastante da nossa viagem e da hospedagem. Mas se tiver a opção, escolha ir em dias de semana. Aos finais de semana o local lota e o perfil do público muda muito. Uma galera que quer mesmo tomar todas e mais outras. As piscinas ficam literalmente poluídas. Eu nem tinha coragem de entrar, muito menos deixar minha filha. Parece que tem promoções nos finais de semana que o hotel não atingiu a lotação e chega um enxame de pessoas. Fica muito ruim. Até os restaurante ficam bem lotados.

Ainda em relação ao Iberostar Bahia:

Coisas que gostei muito no  Iberostar Bahia

  • As piscinas eram muito limpas e bem cuidadas. Até arriscava a entrar por alguns minutinhos com meu bebê.

 

Essa fica em frente ao restaurante. Pertinho da praia.

Piscinas maravilhosas – Iberostar Bahia

O Sol já ia se pôr, mas quem conseguia tirá-la da piscina?

À tarde as piscinas ficavam ainda mais lindas.

Piscina infantil – pertinho da agitação.

Bar Molhado, onde fica a piscina da agitação.

Piscina calminha, nosso point favorito.

Piscina calminha, nosso point favorito.

  •  O lugar é bem grande, mesmo ficando uma semana hospedados, não chega a dar tédio.

 

O complexo é muito grande.
Bom para gastar as calorias do all inclusive e não dar espaço para o tédio

.

Um “calçadão” para caminhar

Tomando água de coco depois de uma caminhada com direito a vista de araras.

Recepção do Iberostar Bahia.
Orixás gigantes.
Perto do Bar do Lobby – Iberostar Bahia.

Um dos vários sorvetes. Ela amou a sorveteria.
Mamãe liberou o doce. A filhinha também estava de férias.
Tem uma sorveteria. Advinha quem não queria sair de lá?
Caminhada à tarde pela praia. Bom demais!
  • O quarto era amplo e confortável. Ficamos em um do primeiro andar que tinha TV de plasma e banheira.

Quarto do Iberostar Bahia. Bem espaçoso e confortável.

Vista da varandinha do nosso quarto

 

  • Os acarajés são muito gostosos.
  • Não tomei, mas tinha chope Amstel (o papai aprova).
  • A equipe de animação é bem divertida. Dá uma canseira na criançada (e no papai, que tinha que ficar caminhando por todo o complexo para acompanhar nossa filha que, apesar de só ter dois anos na época, queria participar de tudo).

 

Muitas brincadeiras com a equipe de animação.
Uma canseira na criançada! Eles amam!
  • A discoteca tinha baladinha toda noite. Minha menina se acabava.

 

Equipe de animação infantil – no teatro à noite.
Logo depois todos iam para a baladinha na discoteca.

 

  • A copa do bebê tinha papinha  pronta todo dia, frutas picadinhas, vários tipos de leite, mucilon, Nescau, frutas, liquidificador, micro-ondas… tudo simples, mas limpo e muito funcional.

 

Copa de bebê

Copa do Bebê – ao chegar, peça a chave de acesso na recepção.

Geladeira na copa do bebê

Papinhas à disposição. Tudo feito no dia.
  • Conhecemos muita gente legal. Minha filhinha fez vários amigos. Se divertiu muito.

 

Jogando golfe com o amigo.
Minha filhinha fez muitos amigos e nós conhecemos muitas pessoas legais.

 

  • Quando se cansava de brincar na água, ela amava brincar no parquinho.

Parquinho

Salinha de brincadeiras. O pessoal da animação faz várias atividades aqui.

Coisas que NÃO gostei muito no  Iberostar Bahia

  • A comida é muito boa sim, mas não é 5 estrelas. Acho que esse sistema de all inclusive não tem mesmo como ser perfeito. É muito desperdício e exagero para serem compensados. É difícil que um sistema “empanturre-se à vontade” consiga  aliar qualidade e ser lucrativo. Até chegava a me sentir desconfortável de saber que vivo em um país com tanta gente passando necessidade e de estar naquela orgia gastronômica. Muito exagero de opções sem tanta qualidade.

 

Entrada no restaurante Mediterrâneo, foi o restaurante que mais gostamos.
Menu Kids. Todos os restaurantes à La Carte tem esta opção.
  • Achei o hotel mal sinalizado quanto aos riscos. Principalmente à noite. A iluminação deixa a desejar e há risco de quedas (inclusive nas piscinas).
  • O restaurante japonês é fraco. Vocês sai de lá completamente defumado e a comida não vale mesmo o esforço.
  • O pior de tudo é o fato do hotel virar uma muvuca nos fins de semana.

Dicas

  • Se você pretende visitar Salvador ou outras praias, alugue um carro. Se pretende ficar só na Praia do Forte, há um ônibus (sai da rodoviária), mas sugiro que, principalmente se estiver com crianças, reserve um transfer. Fomos pela Bahia Top Turismo e foi imensamente melhor do que se tivéssemos ido de taxi. O motorista Elielson foi muito educado, gentil e bem tranquilo ao volante. Nos levou em um doblô novinho com assentos para os bebês e DVD player da Barbie para minha princesa. Fomos e voltamos para o aeroporto com ele. Gostamos muito do serviço.
  • Na escolha do quarto no Iberostar Bahia, se estiver com bebê, carrinho e tranqueirada,  peça um quarto no andar térreo. Não há elevadores. Também certifique-se de não ficar muito perto do bar molhado, onde ficam as piscinas com música alta o dia todo.
  • Na Praia do Forte está o Bar do Souza. O bolinho de peixe é uma delícia.
  • O Amo açaí, mas tem que ser bem feito. O do Açaí & Saúde é! Muito cremoso, gostoso demais!  Lanchinho perfeito para comer assistindo a vida passar na rua principal da vila.
Gostamos muito dessa viagem. Foi tranquila e perfeita para o nosso momento. Todos, inclusive meu bebê de 3 meses, curtimos. Minha Helena sempre diz: “Mãe, hoje não quero ir pra creche, vamos pra Bahia, mãe. Vamos!”
Ficou com vontade de ir? Eu também fiquei com vontade de voltar!!!

Carla Torres

Médica (Universidade Federal Fluminense – 2004) e mãe. Atua nas duas funções em tempo quase integral e é apaixonada pelo que faz.

Uma resposta para “Praia do Forte – Iberostar Bahia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *